Ponta Grossa

Ponta Grossa foi um município destaque no evento do Instituto Trata Brasil, “Exemplos em Saneamento Básico Municípios provam ser possível universalizar serviços e reduzir perdas de água” pelo bom desempenho na universalização do Saneamento na prática.

A cidade de Ponta Grossa, localizada no estado do Paraná, ocupa a 14ª posição no Ranking do Saneamento 2021.

A porcentagem da população que tem acesso à água é de 99,99%. Além disso, a coleta de esgoto chega para 99,98% dos habitantes em Ponta Grossa.

Abaixo é possível observar os indicadores de saneamento básico disponíveis no SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento.

Ano  Indicador de atendimento total de água (%) Indicador de atendimento total de esgoto (%) Indicador de Esgoto Tratado por água consumida (%)
2014 100 95,99 85,27
2015 99,98 100 85,92
2016 99,99 99,99 86,71
2017 99,99 99,98 87,41
2018 99,99 99,98 87,87
2019 99,99 99,98 99,98

O INSTITUTO TRATA BRASIL ENTREVISTOU A CONCESSIONÁRIA ÁGUAS DO MIRANTE, RESPONSÁVEL PELOS SERVIÇOS NO MUNICÍPIO. LEIA NA ÍNTEGRA:

Que esforços você destacaria como fatores mais importantes na gestão de saneamento local e que fizeram com que se chegasse a esta posição tão boa?
Na Sanepar, o segredo para se alcançar bons resultados está no planejamento correto e na gestão das ações. Com um plano de investimentos eficaz e o acompanhamento constante do sistema de distribuição de água é possível reduzir as perdas do sistema e garantir o correto abastecimento. Também foram realizados investimentos no sistema de coleta e tratamento de esgoto, o que possibilitou o aumento no volume captado e tratado, garantindo que ainda mais famílias tenham saneamento adequado.


Quais desafios e problemas vocês enfrentaram para melhoria do saneamento básico da cidade? Como resolveram para chegar nos indicadores atuais?
A grande dificuldade está em acompanhar o crescimento do município, conciliando a demanda de novas ligações com a capacidade de investimentos da Sanepar. Para sincronizar esta situação foi necessário desenvolver um plano de investimentos plurianual, com acompanhamento constante dos investimentos e monitoramento das demandas do município.

Investimentos sem uma boa gestão não trazem resultados. E o oposto? É possível ter sucesso com pouco recurso financeiro?
Investimentos em infraestrutura são significativos na obtenção de bons índices de saneamento, porém não são a única ferramenta a ser aplicada. Na Sanepar, aprendemos a buscar o conhecimento sobre o sistema, ter um bom cadastro técnico, oferecer treinamento e atualização constante dos colaboradores, utilizar as ferramentas de qualidade, manter um corpo profissional adequado, ter bons parceiros e uma boa relação com os órgãos concedentes. Isso tudo traz qualidade e agilidade nas ações para otimização dos sistemas.

Que conselhos vocês dariam aos gestores e empresas operadoras de outras cidades para que consigam melhorar os indicadores de saneamento?
Nas nossas ações da Sanepar em Ponta Grossa, vimos que três podem ter grande influência nos resultados: monitoramento e controle; conhecimento do negócio; conhecimento sobre o objetivo a ser alcançado.

Veja as fotos

   

NEWSLETTER

CONTATO

(11) 3021-3143