O perigo das escassez hídricas e as perdas de água potável

No podcast do Trata Brasil, o professor Dr. Tércio Ambrizzi fala sobre as mudanças climáticas e o impacto das secas nos recursos hídricos do país

O Instituto Trata Brasil, em setembro de 2020, lançou o podcast ?Falando em Saneamento?, com diversos assuntos que abordam temas relacionados ao saneamento básico. Os podcasts contam com a presença de embaixadores, especialistas para o debate do setor, além de convidados especiais que lutam pela causa do saneamento no Brasil.

Em um dos podcasts lançados recentemente, no dia 7 de junho de 2021, o professor Dr. Tércio Ambrizzi, do IAG da USP, abordou questões referentes as mudanças climáticas no Brasil, principalmente com as grandes secas que estão atingindo algumas regiões brasileiras e como a consequência dessas mudanças podem impactar nos recursos hídricos, tanto para o presente, como para o futuro do país.

A escassez hídrica causada pelas mudanças climáticas alerta na problemática das perdas de água no Brasil. O estudo lançado pelo Trata Brasil no final de maio em parceira com a Asfamas e elaborado pela GO Associados, expõe a grande ineficiência da distribuição de água no país, no qual, quase 40% de toda água produzida é perdida, esse volume seria suficiente para levar água aos quase 35 milhões de brasileiros que até hoje não possuem acesso nem para lavar as mãos em plena pandemia. Em tempos de escassez hídrica e falta de chuvas, é necessário entender o cenário preocupante dos índices de perdas de água ? confira o estudo no site.

O professor Dr. Tércio Ambrizzi, um dos maiores cientistas de clima no mundo, analisa que os dados de medidas de temperatura somados ao longo dos últimos duzentos anos, demonstram um aumento na temperatura média do planeta. Um dos impactos mais sentidos pela população devido a esse aumento de temperatura, está relacionado escassez hídrica pela falta de chuvas, influenciando nos recursos hídricos das regiões.

Uma das piores secas brasileiras que aconteceram recentemente foi na região Nordeste, que por sete anos seguidos teve chuvas abaixo da média, diminuindo as alternativas de abastecimento de água para os moradores da região. Entretanto, o Sudeste do país também está apresentando chuvas abaixo da média sistematicamente, de acordo com um levantamento recente feito pelo Dr. Tércio Ambrizzi ? confira o podcast completo.

Durante a conversa, o professor alerta que água para consumo humano pode estar comprometida em 2021 para algumas regiões brasileiras, como por exemplo, a região Sul que vem sofrendo com as faltas de chuvas e alguns dos estados já estão com rodízio de água.

Em frente a esses problemas e desafios causados pelas alterações do clima, a grande solução para a preservação dos recursos hídricos e a conscientização das mudanças climáticas, envolve a atuação das cidades para se tornarem mais resilientes, ou seja, começar a pensar as cidades como um foco importante de conscientização das mudanças climáticas e para adaptação dessa mudança, como por exemplo, a melhoria no sistema de saúde, as indústrias buscando ter uma atitude mais sustentável assim como os cidadãos, e a atuação do governo com políticas públicas para preparar e proteger as cidades e os estados.

*Foto: Luis Moura*

NEWSLETTER

CONTATO

(11) 3021-3143