Imagem retirada de Portal Tratamento de Água

Saneamento básico é o conjunto de medidas que preserva e modifica condições do meio ambiente e da saúde humana.

A situação do Brasil está longe de ser a ideal, o saneamento deveria cumprir um papel essencial para preservação do meio ambiente e na promoção da qualidade de vida para a população, mas infelizmente essa não é a realidade do país.

Atualmente, a porcentagem da população com acesso à rede de água e coleta de esgoto no Brasil é de 83,6% e 53,15% respectivamente. O volume de esgoto tratado está perto de 46%, e as perdas de água chegam aos 38,5%, de acordo com Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS -, 2018.

Quando pensamos em impactos no meio ambiente, os rios são os mais afetados com a falta de saneamento básico. Atualmente, todos os dias, 5.715 piscinas olímpicas de esgotos são despejadas em rios, mares e cursos d’água. A falta de esgotamento sanitário adequado, juntamente ao descarte irregular e as diversas ligações clandestinas de esgoto, afeta diretamente a natureza. Que por consequência impacta na saúde da população.

Dados retirados do Painel Saneamento Brasil, nova plataforma de dados do Instituto Trata Brasil, mostram que só em 2018, cerca de 233 mil casos por doenças associadas à falta de saneamento foram registrados no país, o que corresponde a uma incidência de 11 internações para cada 10 mil habitantes, resultando em 2180 mortes e uma despesa de aproximadamente R$ 90 milhões com as internações.

Um ecossistema bem preservado e bons serviços de saneamento são fundamentais para a sociedade. É fundamental que nossas casas tenham o esgoto coletado e tratado, caso contrário, não será só nossa saúde que será afetada, nosso meio ambiente se deteriorará constantemente todos os dias. Para evitar isso, faça também a sua parte, colabore para deixar os rios limpos, verifique com a empresa de água e esgotos ou na prefeitura se há rede coletora de esgoto em sua casa, reclame e avise as autoridades sobre os locais onde o rio recebe a poluição. Dessa forma, contribuiremos para saúde de todos, inclusive do meio ambiente.

Para saber mais, acesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Impactos da falta de saneamento no meio ambiente

Tempo para ler: 1 min
0