A agenda da regulação ambiental e saneamento básico em comunidades isoladas no Brasil e Japão foi discutida em Brasília no dia 04 de março, organizado pelo Instituto Trata Brasil. O evento teve o apoio institucional da Comissão Especial de Saneamento, Recursos Hídricos e Sustentabilidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com patrocínio da BRK Ambiental e a Agência de Cooperação do Japão – JICA.

O encontro reuniu especialistas brasileiros e japoneses para discutirem as ações voltadas ao saneamento básico em áreas rurais e isoladas nos dois países. Representando o Japão, Yuji Hirose, representante do Ministério do Meio Ambiente japonês, mostrou as ações voltadas para áreas rurais do Japão ao esgotamento sanitário (coleta e tratamento) e introduziu tecnologias sendo utilizadas por famílias no país que habitam as áreas mais distantes.

Yuji Hirose

Para dar uma visão do Brasil sobre o assunto, estiveram presente a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), representada pela Procuradora-Chefe, Dra. Ana Sallet; a Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, representada pela Analista Técnica, Glaucia Sugai; o Ministério do Meio Ambiente, representado pelo Secretário de Qualidade Ambiental, André França; e a Embrapa Instrumentação, representado pelo pesquisador, Dr. Wilson Tadeu. As apresentações focaram nas legislações vigentes acerca do saneamento rural no Brasil, além das tecnologias utilizadas hoje para suprir esta carência nas residências que não são atendidas pelos sistemas convencionais.

Édison Carlos, presidente executivo do Instituto Trata Brasil, enfatizou que somente os prefeitos não serão capazes de solucionar os problemas da ausência de saneamento básico nas áreas rurais. “É necessário que as companhias de saneamento básico também entendam que estas áreas são importantes. Se não for possível abastecê-las com sistemas convencionais, é relevante que se pense em tecnologias alternativas. É uma ação conjunta entre o poder público e os prestadores de serviços”.

Édison Carlos

O evento também contou com apresentações da ex-bolsista da JICA, Evelise Segato, profissional da área do saneamento básico no Brasil por anos; e Hiroshi Sato, Representante-Chefe da JICA no Brasil.

Abaixo, veja mais algumas fotos do evento:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saneamento em áreas rurais e isoladas no Brasil e Japão é tema de encontro em Brasília

Tempo para ler: 2 min
0