Imagem de Rudy and Peter Skitterians por Pixabay

O Brasil é um dos países que possui a maior disponibilidade de água doce do mundo, 12% de todo este recurso doce do planeta. Entretanto, na última década muitos estados têm sofrido com uma crise hídrica provocada pelas mudanças climáticas culminadas também em problemas de eficiência das companhias de saneamento básico, além do consumo inconsciente de parte da população.

No post anterior, falamos um pouco mais sobre os graves impactos que o nosso país sofre com as perdas de água no sistema de distribuição. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), só em 2018, o Brasil perdeu cerca de 38% de volume de água na distribuição. Este indicador mostra o quanto de água é distribuído efetivamente entregue aos consumidores, no caso, quanto maior a porcentagem de perda, maior também é o recurso natural perdido. Para saber mais sobre as perdas de água, acesse nosso último post.

Se o Brasil conseguisse reduzir as perdas de água em 5 p.p., ou seja, saindo dos 38% e caindo para 33%, isso representaria, cerca de R$1,3 bilhão a mais no faturamento do país. No estudo do Trata Brasil feito em 2019, a quantidade de água perdida no país poderia ter abastecido 30% da população brasileira no mesmo ano.

Com as fontes de água se tornando cada vez mais escassas, todos nós precisamos também repensar no modo de consumir a água e como reutilizá-la melhor, conscientizando as pessoas para a necessidade de preservar a água a partir da mudança de hábitos, assim como informando sobre os impactos da falta dos serviços de coleta e tratamento de esgoto na vida das pessoas.

Abaixo listaremos alguns exemplos de como podemos economizar água de forma simples em nosso dia a dia.

  • Banho

Estima-se que em 15 minutos de banho, de 135 a 150 litros de água são gastos normalmente. Ao fechar o chuveiro enquanto se ensaboa e lava os cabelos, você reduzirá o tempo do chuveiro ligado, economizando até 45 litros por vez.

  • Vaso sanitário

78% de todo consumo doméstico de água é usado no banheiro. Para temos uma noção, para cada descarga apertada, até 30 litros de água são desperdiçados. Instalando descargas de baixo consumo ou uma caixa d’água acoplada estimasse uma economia entre 10 e 15 litros por descarga feita.

  • Lavagem de louças

Em 15 minutos lavando a louça, perdesse cerca de 120 litros de água. Para evitar todo esse gasto, aconselhasse encher a pia até a metade para ensaboar e fechar a torneira. Esvazie a pia e encha-a até a metade novamente para enxaguar. Dessa forma você economiza até 100 litros de água por vez.

  • Fazendo a barba

Ao fazer a barba com a torneira aberta, estimasse que a cada 5 minutos 12 litros de água são gastos. Apenas encha um recipiente com água e use-a para lavar o aparelho de barbear, dessa forma você economizará 10 litros de água toda vez que fizer a barba.

  • Escovando os dentes

Ao escovar os dentes, encha em um copo apenas o suficiente para o enxague. Dessa forma o que seriam 12 litros gastos em 5 minutos se torna uma economia de 11 litros a cada escovação.

  • Lavagem de roupas

Uma máquina de lavar de 5kg consome geralmente 135 litros a cada uso. A partir disso, sempre use a máquina em sua capacidade máxima de roupas, evitando assim maiores usos.

  • Lavagem de calçada

Jamais use mangueira para lavar sua calçada, retire as sujeiras com a vassoura e depois use baldes para enxaguar. Em 15 minutos lavando a calçada, gasta-se cerca de 300 litros de água. Usando o método dos baldes, há uma economia de até 260 litros por vez.

  • Lavagem de carro

Em 15 minutos lavando o carro, é possível gastar de 350 a 700 litros de água. Use apenas 2 baldes, um com água e sabão e outro com apenas água limpa. Dessa forma você economiza até 700 litros a cada lavagem.

  • Regar jardins

Procure lavar seu jardim no período da manhã ou da noite, pois diminuirá o tempo de evaporação da água. Além disso, use mangueira sempre com esguiche. O que seriam 190 litros em 10 minutos, se torna 100 litros de economia por vez.

  • Curiosidade

Fiquem atentos com a tubulação e as torneiras de sua casa. Uma pequena rachadura na tubulação pode gerar 6.00 litros por mês de água perdida. Uma torneira pingando lentamente gasta 1.500 litros de água por mês. E caso a mesma esteja um pouco mais aberta, escorrendo um filete de água, a perda de água pode chegar até 10.000 litros por mês.

Fontes: Sabesp, ANA e Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental.

Para saber mais sobre boas práticas para o consumo de água, acesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A pouca água que ainda resta

Tempo para ler: 3 min
0