No dia 5 de dezembro de 2019 foi realizado no auditório da EESP – Escola de Economia de São Paulo – da Fundação Getúlio Vargas (FGV) o debate com o tema “Indicadores de água e esgoto”.

A principal pauta do debate foi o Sistema Nacional de Indicadores sobre Saneamento (SNIS). O SNIS se constitui no maior e mais importante sistema de informações do setor de saneamento básico no Brasil, tendo como principais informações inúmeros dados sobre a prestação de serviços de água e de esgoto do país. O SNIS é feito pela Secretaria Nacional de Saneamento (SNS), que faz parte do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), e é atualizada pelos operadores de saneamento básico do país, podendo ser públicos ou privados.

Devido a lenta melhora no saneamento básico do país, o Instituto Trata Brasil, propôs à Sabesp fazer um seminário técnico para debater quais indicadores do SNIS podem ser melhorados e incorporados, com o objetivo de garantir uma melhora na estrutura do sistema e mais entendimento para imprensa e cidadãos.

Estavam presentes na FGV diversos especialistas e formadores de opinião da área, dentre eles Marcelo Costa Sanches (Superintendente de Assuntos Regulatórios Sabesp), Airton Gomes (Especialista em controle de perdas), Airton Gomes (Especialista em programas de Perda),  Samuel Alves Barbi Costa (Arsae), Maria Cecília Zanetti Silva (Assessora da Diretoria de Regulação Técnica e Fiscalização de Saneamento Básico na Arsesp), Pedro Scazufca (Sócio da GO Associados), Dante Ragazzi Pauli (Visão Abes), Maria Cecília Zanetti Silva (Assessora da Diretoria de Regulação Técnica e Fiscalização de Saneamento Básico da ARSESP) e Edison Carlos (Presidente Executivo do Instituto Trata Brasil).

Confira as fotos e veja como foi!

Abertura

Visão Geral dos Indicadores de Perdas de Água

Indicadores no Brasil e necessidade de padronização

Desafio da Comunicação dos Indicadores à Sociedade

Encerramento com mesa de discussões e encaminhamentos

Para mais informações sobre o evento acesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Água e esgoto são debatidos na Fundação Getúlio Vargas

Tempo para ler: 1 min
0