Pixabay

O saneamento é básico na prevenção de doenças e produz efeitos positivos para o país tanto em termos econômicos, quanto sociais. Água de qualidade, coleta e tratamento dos esgotos, destino correto do lixo e drenagem da água da chuva, produzem melhorias em diversos setores da sociedade. No Brasil são mais de 35 milhões de pessoas sem o acesso à água tratada, e 100 milhões não têm acesso ao esgoto. Somente 44,92% dos esgotos do país são tratados.

Os maiores impactos da falta de saneamento estão nas famílias de baixa renda. Muitas delas residem em locais com maior risco de transmissão de doenças por vetores como: mosquitos, ratos, baratas, e o lixo que é jogado em rios e nas ruas.

A busca de soluções para contenção de doenças como diarreia, esquistossomose, dengue e leptospirose, é urgente. Como sabemos, uma das principais causas da proliferação de diversas doenças está ligada a falta de saneamento básico.

A carência de serviços de água potável, coleta e de tratamento de esgoto, cria um ambiente  propício ao desenvolvimento de doenças graves, como a diarreia, hepatite A, verminose e outros. A maior parte das doenças relacionada à falta de saneamento básico se desenvolvem devido à água contaminada. Fizemos um post abordando as principais doenças ligadas à falta dos serviços, confira aqui.

Infelizmente a maioria das pessoas no país, de todas as classes sociais, ainda é indiferente a este assunto. Falta indignação. A sociedade precisa se manifestar mais, e se mobilizar. Precisamos saber com quem podemos realmente contar para mudar a situação.

Fizemos uma cartilha de como você pode buscar seus direitos, clique aqui para conferir.

Contamos com você para prevenir doenças. Quer saber como? Confira dicas!

• Não jogue entulhos e lixos nas ruas;

• Lute para acabar com a poluição de córregos e rios;

• Elimine todos os focos de água parada que puder;

• Remova o lixo dos quintais;

• Limpe canaletas externas e ralos;

• Denuncie divergências em relação a água e ao esgoto acontecendo em sua cidade junto a prefeitura e a cia de esgoto;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contamos com você para prevenir as doenças ligadas à falta de saneamento

Tempo para ler: 1 min
0