O Dia de Proteção às Florestas (17 de julho) é, no mínimo, um convite para a reflexão. O principal objetivo deste dia é ampliar a conscientização mundial sobre a preservação ambiental, principalmente dos nossos biomas.

No Brasil, apesar dos avanços, os ambientes estão cada vez mais poluídos. Ainda há o descarte exagerado de lixo nas ruas, praias, córregos, desmatamento de nossas florestas e o descaso com nossas águas, permitindo que tenhamos ainda uma ausência de saneamento básico além do que deveríamos.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, atualmente o Brasil apresenta seis tipos de biomas, entre eles estão: Amazônia: ocupa cerca de 50% do país (noroeste), Cerrado: ocupa aproximadamente 24% do país (centro oeste), Mata Atlântica: presente em cerca de 13% do país (sul e sudeste), Caatinga: presente em mais ou menos 10% do país (nordeste), Pampa: ocupa cerca de 2% do país (sul) e Pantanal: extensão de mais ou menos 2% do país (centro-oeste). Esses biomas, as florestas brasileiras desempenham importantes funções sociais, econômicas e ambientais, por meio da oferta de uma variedade de bens e serviços. A preocupação com nossos recursos terrestres não é apenas do Brasil, mas de todo o mundo.

Segundo o site das Nações Unidas, em 2015, os países tiveram a oportunidade de adotar a nova agenda de desenvolvimento sustentável e chegar a um acordo global sobre a mudança climática. As ações tomadas em 2015 resultaram nos novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Entre eles está o ODS 15, que visa proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

Todos precisam fazer a sua parte para reduzir drasticamente a degradação do meio ambiente. A sobrevivência humana no planeta depende da mudança de nossos hábitos. Caso continuemos com a exploração e contaminação sem limites, o planeta permanece, mas os seres humanos possivelmente não sobreviverão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dia de proteção às florestas – Vamos cuidar dos nossos biomas!

Tempo para ler: 1 min
0