O Instituto Trata Brasil é composto por grupo de embaixadores que além de representar a instituição, apoia suas ações pela universalização do saneamento. São cerca de 26 embaixadores, entre eles estão pesquisadores, especialistas, autoridades do setor e atletas olímpicos, assim como a embaixadora Luiza Eluf.

Além de embaixadora, Luiza Eluf é Procuradora de Justiça. Publicou artigos e livros (“A Paixão no Banco dos Réus”, “Matar ou Morrer” que conta o caso de Euclides da Cunha) e ajudou a tornar crime toda forma de discriminação no país. Foi a primeira autora brasileira a falar sobre crimes sexuais segundo a ótica da mulher.

E na administração pública, integrou Conselhos Estaduais e Federais de Entorpecentes, Direitos Humanos, Condição Feminina e Combate ao Racismo, além da Comissão de Reforma do Código Penal. Com a sua contribuição, a violência contra a mulher e o assédio sexual passaram a ser considerados crimes em todo o Brasil. Luiza participou da histórica Conferência Mundial da Mulher da ONU de 1995, realizada em Pequim.

E em 2000, recebeu o prêmio Mulher do Ano na área jurídica, concedido pelo Conselho Nacional da Mulher. Foi Secretária Nacional dos Direitos da Cidadania (Ministério da Justiça) e hoje continua lutando em prol da igualdade de direitos, qualidade de vida, preservação do meio ambiente, urbanismo sustentável e combate à corrupção.

Para Luiza, a questão do saneamento é a garantia de uma vida melhor: ‘O saneamento básico é sinônimo de saúde. A sujeira, principalmente na água, revela o subdesenvolvimento de um povo. Rios e praias despoluídos são a garantia de um futuro melhor para todos” finaliza Eluf.

Conheça outros embaixadores:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Embaixadores Trata Brasil: Luiza Eluf

Tempo para ler: 1 min
0